Construção civil sinaliza crescimento em 2014
Logotipo Metro Modular

Construção civil sinaliza crescimento em 2014

Foto: Blog Mão de Obra Online

 

Os investimentos do Governo Federal em obras de infraestrutura irão aumentar e ainda poderão puxar a economia do país em 2014, segundo análise feita pelo economista e consultor Fernando Sampaio, que aponta sinais claros de   que grandes empreendimentos começarão a sair do papel nos próximos meses. Ele destaca ainda quantidade de recursos já liberados pelo governo federal e a proximidade das eleições.

 

"Dos 26 estados da União, mais o Distrito Federal, 23 já tomaram dinheiro para investir em infraestrutura. São obras de saneamento básico, mobilidade urbana e trechos rodoviários, que, finalmente, tendem a sair do papel. Além disso, crescem os incentivos às PPPs [Parcerias Público-Privadas] e o programa de concessões do governo Dilma, mesmo que atabalhoado, acabará gerando mais obras em rodovias, ferrovias, portos e aeroportos", avaliou Sampaio, em palestra no Encontro Nacional de Engenharia e Consultoria Estrutural (Enece 2013).

 

Além disso, o economista acredita que o que o governo federal deverá dar mais injeção ao programa Minha Casa Minha Vida, especialmente para obras destinadas famílias de até três salários mínimos (a chamada faixa 1).

 

Sampaio projeta que 2014 tende a ser de crescimento da cadeia da construção civil tende a ser acima do PIB e poderá ter uma aumento de 4%, mas que a partir de 2015 deve ocorrer uma redução, com crescimento de 3%, para voltar a crescer em 2016.